Moto G4, chegou a quarta geração da linha G, da Motorola!

Durante muito tempo, o ecossistema Android tinha um ‘vão’ muito chato, você só tinha aparelhos de ponta de linha e caros, ou aparelhos muito voltados para o público de entrada, que eram baratos, mas pecavam em suas especificações.

Moto G4 (1)

Quando o Moto G chegou ao mercado, no final de 2013, este espaço foi preenchido de maneira extremamente eficiente, com um aparelho que, custando apenas um pouco mais que os de entrada, mais básicos, entregava uma experiência de uso excelente.

Agora o aparelho chegou à sua quarta iteração, em duas versões, o Play, que tem configurações bem próximas ao seu irmão de 3ª geração, mas 2mm mais fino, e com um slot SD com capacidade quatro vezes maior, suportando agora 128Gb de memória auxiliar (ele tem também 2Gb de RAM e memória interna de 16Gb).

Moto G4 (2)

Fora isso, ele permanece com a tela HD de 5”, e conta com uma câmera traseira de 8MP capaz de filmar em Full-HD (1920×1080), e uma câmera dianteira de 5Mp para seus selfies continuarem bacanas. O processador, de 64bits, consegue operar com baixo consumo de energia, mas mesmo mais fino, o G4 teve a capacidade de bateria aumentada em quase 15% indo para 2800mHa (e venhamos e convenhamos, em tempos de Pokémon Go, isso é MUITO importante 😉 ).

Mas a Motorola foi um pouco mais além e lançou também a versão G4 Plus, que está no topo superior dos intermediários, e não é injusto dizer que ele chega a concorrer com os aparelhos da categoria imediatamente superior. Este aparelho já vem com uma tela Full-HD, de 5,5 polegadas e um processador de oito núcleos, que seria capaz de bater, com folga a primeira versão, e brigaria bonito com a segunda versão da linha Moto X.

Moto G4 (1)

O Moto G4 Plus tem opções de 16, 32 e 64Gb de armazenamento interno, e também slot para cartões de até 128Gb. O corpo é um pouco maior que o do Moto G4 Play, até mesmo porque a tela é maior, mas ele consegue ser ligeiramente mais fino!

Enfim, a linha G da Motorola vem evoluindo ano a ano de forma constante, e como ela já começou em um patamar ‘só seu’, segue como uma das melhores opções de aparelhos intermediários do mercado!

Moto G4 (3)

A iniciativa privada entra na nova corrida espacial.

Muita gente se pergunta ‘por quê investir em viagens espaciais?’, usando um olhar superficial, a resposta pode parecer óbvia, afinal, o que temos a ganhar com a tecnologia usada no espaço?

Muito.

Desde o mais óbvio, que é o design de aviões, até processos que controlam a produção de alimentos, para evitar que ele seja consumido em mal estado, passando por termômetros infravermelhos, membros artificiais, melhora em pneus radiais, estriamento de asfalto para melhor tração de veículos automotores, células solares e muito mais! (Nesta página da Wikipedia, você poderá ver, conteúdo em inglês).

Mas o fato é que com o fim da guerra fria, a corrida espacial em si esfriou MUITO, e a NASA viu seu orçamento diminuir de forma cada vez mais drástica.

Quem está tirando proveito disso é a iniciativa privada.

O Governo Norte Americano deu licença, sabe-se lá com qual autoridade, para uma empresa sediada na Flórida, a Moon Express, pousar na superfície da Lua já em 2017. Os motivos da Moon Express são dois, o primeiro é ganhar o prêmio de US$20 milhões do Google Lunar X-Prize, que será dado para a primeira empresa particular que pousar em sua superfície. O outro motivo, é a exploração de minérios, bem, a análise dos minérios que podem existir por lá, porque a exploração dependerá de tratados comerciais.

E se você acha que a Moon Express é a única, saiba que está enganado, outras 16 empresas competem pela mesma premiação.

Mas não para aí! A SpaceX, empresa liderada por Elon Musk, já falamos dele aqui, trabalha em parceria com a NASA para, em 2018, ser capaz de pousar uma espaçonave em Marte! Como funciona a parceria? A SpaceX entraria com toda a tecnologia e equipamento necessário para a viagem, ou seja, com o custo pesado, e a NASA daria o suporte à missão com pessoal e sua rede espacial de comunicação, que seria primordial para o controle da nave, que não seria tripulada.

moon-express

O que a SpaceX tem a ganhar? Bem, lembra das coisas que eu falei que foram criadas na corrida espacial? Pois este é o principal ganho que eles terão, a possibilidade de registrar novas patentes, e desenvolver novas tecnologias, até mesmo, para quem sabe, entrar na corrida para mineração de asteroides.

Sim, há planejamento disto, mas é conversa para outra hora!

O que anda acontecendo no mundo tecnológico #4

Instagram Stories

instagram-stories

Depois de fazer algumas tentativas, infrutíferas, de comprar o Snapchat, o Facebook perdeu a paciência e adicionou o ‘Stories’ ao Instagram, uma função que ao fim e cabo, reproduz a função principal do Snapchat, vídeos curtos e com ‘prazo de validade’, dentro de uma de suas plataformas.

Não é a primeira vez que a empresa de Zuckerberg faz isto, depois de comprar o Whatsapp e o próprio Instagram, ele resolveu bater de frente com o Youtube adicionando vídeos, e mais recentemente investir contra o Periscope, uma empresa do Twitter, com a ferramenta de transmissão de streamings Live.

Enfim, dinheiro e um certo desejo de dominação mundial são coisas que parecem não faltar à empresa, vamos ver onde que isso vai parar…

 

Mais um roubo multimilionário de Bitcoins

bitfinex

Em janeiro de 2014, 70% de todos os Bitcoins, a criptomoeda, eram negociados através de uma empresa japonesa chamada Mt.Gox, até que ela foi, supostamente, invadida, e cerca de 850.000 Bitcoins de clientes foram roubado, a dinheiro de hoje, seriam cerca de R$1,4 bilhões.

Mas parece que o pessoal não aprende com a experiência, explico, quando você têm Bitcoins, você pode optar por mantê-las consigo, ou em alguma bolsa de negociação, como era a Mt.Gox. Bem, para provar que um raio pode cair duas vezes (quase) no mesmo lugar, agora foi a vez de uma empresa de Hong Kong, a Bitfinex, ser invadida, e ter 120.000 Bitcoins – R$ 200 milhões –, pertencentes a clientes roubados. Bitcoins são dados, e dados são, infelizmente fáceis de roubar. Se você resolver investir nisso, certifique-se que manter seus dados seguros!

 

Google vai testar entregas com Drones!

google-drone

A FAA, agência federal que regula a aviação nos EUA, deu luz verde ao Google para que ele possa testar entrega de encomendas com drones. Os teste acontecerão em seis cidades do país, mas não são apenas os EUA que estão fazendo este tipo de teste, na Alemanha, desde 2014, empresas de encomendas têm permissão de para fazer entrega de medicamentos com a tecnologia no Mar do Norte.

Imposto para Netflix nos EUA (mau sinal)…

imposto-netflix

A possibilidade várias vezes aventada no Brasil, de se estabelecer um imposto específico para serviços de streaming, agora um estado norte americano resolveu implementar tal cobrança, e TODO serviço online, desde a Netflix até serviços como o Kindle Unlimited, da Amazon, vaõ entrar na dança. É uma questão de tempo, até que nossos legisladores se animem com a mesma coisa por aqui.

Edward Snowden lança case anti-espionagem

snowden-case

Famoso por denunciar os grampos eletrônicos do NSA, Edward Snowden juntou-se ao hacker Adrew “Bunnie” Huang, e criou um case especial que monitora quem lhe monitora. Explico. O SIM card passa a ser utilizado no case, e um plugin especial substitui o SIM card do telefone.

Desta forma, o case monitora todos os sinais de rádio que passam pelo seu aparelho, e podendo bloqueá-los direto no hardware do aparelho. É como se fosse um ‘modo avião’ vitaminado, já que, mesmo em movo avião, seu telefone não deixa de usar frequências de rádio!

Como assistir às Olimpíadas SEM uma televisão!

Não é fácil falar das Olimpíadas do Rio, e deixar de fora as polêmicas que a cercaram por muito tempo, mas o fato é que elas estão acontecendo, e ser um sucesso não é bom apenas para o Rio, mas para o Brasil, como um todo.

Veja, temos tantas belezas naturais, tanta coisa bacana para os turistas verem, mas por incrível que pareça, o Brasil recebe menos turistas estrangeiros por ano, que a Torre Eiffel, ou, menos turistas que a cidade de Barcelona recebe em um mês.

Se fizermos bonitos, todos temos a ganhar.

Rio2016

Mas nem todos podem ficar em frente a uma TV o tempo todo, até mesmo porque enquanto os esportes acontecem, a vida continua, mas mesmo assim, ainda é possível acompanhar o desenrolar dos jogos pela internet.

Seguem algumas dicas para assistir aos jogos SEM televisão.

Aplicativo do SporTV

sportvrio2016

Esta é de longe a melhor forma, disponível para iOS e Android, ele tem os 16 canais que a emissora disponibilizou em cabo, E mais alguns que são transmitidos com som ambiente, ou seja, sem narração. Se você é assinante do canal a cabo, faz login com a conta de seu provedor e tem acesso ilimitado, se não é, ainda poderá utilizá-lo por até 30 minutos a cada dia.

Aplicativo oficial do COI: The Olympics

coi-the-olympics

Este é o aplicativo oficial do Comitê Olímpico Internacional, e traz todas as notícias relevantes das Olimpíadas, e ainda permite que você veja informações sobre Olimpíadas passadas. Também disponível para iOS e Android.

Rio 2016

rio-oficial

É o app oficial do evento. Além de todas as informações do evento, ele permite que você acompanhe o desempenho e grade de horários de atletas e/ou seleções específicos, é também mais amigável que o The Olympics. Disponível para iOS e Android.

Streaming.

CUIDADO! Vários sites oferecem streamings ilegais de canais pagos, mas quase que invariavelmente pedem a instalação de ‘plugins’, lembre-se quem não tem pudor em roubar sinal de TV paga, e distribuir por conta própria, não terá pudor de embarcar algum tipo de malware no plugin que lhe pede para instalar.

A dica aqui é que você acompanhe pelo site do GloboEsporte, é um pouco limitado, mas completamente seguro!

Torça e divirta-se!

Pokémon Go, notícias sobre a maior febre mais recente no mundo dos jogos

Não há menor dúvida que o Pokémon Go é um sucesso estrondoso, na realidade mais que isso, ele é o primeiro grande sucesso de realidade aumentada já lançado, e mesmo guardando as proporções, ele ganhou um ponto para a tecnologia, em cima de sua luta com a imersão dos óculos 3D, para a o próximo nível de jogos eletrônicos.

E como todo grande sucesso a imprensa está recheada de notícias das mais inusitadas sobre eles, desde as mais sem sentido, como o Pokémon-espião-da-CIA, até fazer um repórter passar vexame ao serem flagrados com Pokemon Go, em coletivas de imprensa sobre terrorismo.

Por aqui nada ainda, e junto às reclamações que vários grupos de atletas vêm fazendo de suas acomodações na Vila Olímpica do Rio de Janeiro, uma é bem pitoresca, alguns atletas estão reclamando também que não podem jogar Pokémon Go por lá! Sério!

pk1

Em alguns países existem técnicas pouco ortodoxas para prender fugitivos, uma delas é enviar correspondências a parentes de fugitivos dizendo que eles foram premiados, e informando hora e local para entrega de prêmio, daí, é só esperar a turma chegar. O Departamento de Polícia de Manchester, na Inglaterra, disse em sua página no Facebook que havia surgido perto de sua sede, um dos Pokémons mais raros do jogo, e isso atraiu um sem número de pessoas às redondezas da delegacia, entre elas, 500 fugitivos! Já existem iniciativas semelhantes também nos EUA.

pk2

Mas não é só isso, já há notícias de bandidos que estão ficando nas cercanias de locais onde existem Pokémons raros, para assaltar seus possíveis captores! E na Flórida, onde a turma gosta muito de atirar, um homem atirou em dois caçadores de Pokémons ao confundí-los com ladrões !!

O mundo dos negócios não poderia deixar a onda passar, uma start-up norte americana chamada LureDeals, que se propõe a incrementar a visitação a pontos comerciais, usando para isso Pokémons e uma rede de usuários registrados.

Tem MUITA coisa mais surgindo a cada minutos sobre o novo jogo. E quando ele finalmente estiver disponível por aqui, se prepare, vai ser uma overdose!

Pokémon Go, um fenômeno sem par

No livro “De Zero a Um. O que Aprender Sobre Empreendedorismo com o Vale do Silício”, Peter Thiel, um dos co-fundadores do Paypal, fala que o próximo Zuckerberg*, não criará uma rede social, que os próximos Larry Page e Sergey Brin**, não criarão um buscador.

ingress

Com isto ele quer dizer que para se destacar de forma ímpar, é necessário criar algo único. Claro, este tipo de coisa nem sempre acontece na primeira tentativa, vejamos o caso da Niantic, uma empresa fundada em 2010, que em 2012 lançou o Ingress, um jogo de realidade aumentada ‘massivo’, ou seja, feito para múltiplos jogadores.

Pokémon Go, de pegadinha à megassucesso

Acontece que entre os que gostaram muito de Ingress, estava Tsunekazu Ishihara, um dos líderes da The Pokémon Company, uma subsidiária da Nintendo. Em 2014 ele e o ex-presidente da Nintendo Satoru Iwata desenvolveram um conceito em torno da realidade aumentada do jogo Ingress, que seria o de espalhar Pokémons virtuais, no jogo, como parte de uma brincadeira de primeiro de abril.

Este é o vídeo promo, lançado no dia 31/03/2014.

Neste momento ambas as empresas, Niantic e Nintendo, viram que tinham um sucesso em potencial nas mãos, nascia ali a decisão de criar o Pokémon Go.

Números colossais

O sucesso do Pokémon Go é algo inédito. Lançado em 6/7/16 nos EUA, o jogo precisou de apenas cinco dias para amealhar mais de seis milhões de usuários, apenas no sistema Android, no país, e tornou-se o quinto aplicativo mais popular da plataforma. Dez dias depois de lançado ele já tinha incríveis 26 milhões de usuários nos EUA, tornando-se o aplicativo mais popular do Android no país, deixando o Facebook Messenger e seus 21 milhões de usuários na plataforma para trás. Em 15/07/16, o jogo havia sido instalado em 10,81%, e era usado diariamente em 5,92% de todos os aparelhos Android do país.

O que é ainda mais impressionante, é que o Pokémon Go não é monstruoso apenas de quantidade de instalações, mas também no tempo médio de uso. Enquanto os usuários de redes sociais como Facebook e Twitter não chegam a passar 30 minutos conectados a elas por dia, os usuários de Pokémon Go ficam em média 43 minutos por dia!

O sucesso foi tão grande que a Niantic precisou readequar seu cronograma de lançamento, porque os servidores do jogo não estavam suportando a carga inicial, e em poucos dias a Nintendo valorizou-se na bolsa em mais de US$7,5 bilhões!!

Ahhh, e como você precisa se locomover em ambientes públicos para capturar Pokémons, veja no vídeo como funciona o jogo, ele ainda faz bem a saúde! Existe até o caso de uma empresa nos EUA, que está ‘forçando’ seus funcionários a jogarem Pokémon Go depois do almoço, à título de ginástica laboral.

CUIDADO NECESSÁRIO

Quando este pode foi escrito, em 20/07/16, o jogo ainda não havia sido lançado oficialmente no Brasil, e ainda não há uma previsão oficial. Mas alguns jogadores brasileiros vinham baixando APKs*** de Android para instalar manualmente, mas é altamente recomendado que não se faça isto, existem alguns deles que trazem a reboque malwares que abrem o aparelho a ataques externos. Reforçando: aguardem o lançamento oficial, e não se rendam aos ‘atalhos’…

Aliás, mesmo na Play Store existem alguns aplicativos mal intencionados, que conseguiram ‘furar’ o bloqueio da loja e se apresentar como variantes não oficiais do jogo, nós recomendamos fortemente que vocês não o baixem nada, até que a versão oficial da Niantic esteja disponível.

Neste post falamos em números de instalação em Android porque estão mais disponíveis, mas o jogo existe também para iOS, e está disponível nos seguintes países (em 20/07/2016): EUA, Austrália, Nova Zelândia, Canadá e grande parte da Europa.

 

*Mark Zuckerberg, fundador do Facebook.
** Sergey Brin e Larry Page, fundadores do Google.
*** APK, é o executável que permite instalar um aplicativo no sistema operacional Android.